Como configurar o sitemap da sua loja virtual Magento

Como configurar o sitemap da sua loja virtual Magento

Autor: Jose Rodrigues, developer da Webjump

O Magento possui muitos facilitadores para auxiliar no gerenciamento de uma loja virtual, e hoje vamos falar de um fator importante para qualquer e-commerce: como o sitemap ajuda a atrair tráfego orgânico, que são aqueles visitantes atraídos para visitar sua loja sem a atuação dos links patrocinados, isto é, dos anúncios pagos feitos ao Google.

O cerne desta funcionalidade atende pelo nome de sitemap – no caso do Magento, um arquivo xml (eXtensible Markup Language), que tem a função de indexar todas as páginas de sua loja e mostrar as relações entre elas, fomentando um mapa para o buscador do Google, ou crawler.

Como criar um sitemap

Se o sitemap não estiver presente na sua loja, isto não impedirá que ela fique fora do tão desejado Ranking do Google, porém, um sitemap bem definido ajudará o trabalho do crawler do Google na indexação das páginas e, sendo bem aceito por ele, sua loja virtual pode ganhar pontos neste quesito.

O caminho para criar um sitemap no Magento é acessar Catálogo>Google Sitemap e, depois, clicar em “Criar Sitemap”. Por convenção, eles são alocados na pasta “/sitemap”, com o sugestivo nome de sitemap.xml. Porém, essa regra não é imutável e o desenvolvedor pode escolher um outro local (path) e o nome que lhe convier. Para isso, este novo local de destino deve ser criado com permissões de escrita para o usuário do servidor web da sua hospedagem.

Outra funcionalidade que a plataforma Magento oferece é a geração automática de sitemap. Se o seu e-commerce tem uma Cron de manutenção configurado, o desenvolvedor responsável também pode, por meio de poucos passos, programar para que um sitemap seja criado regularmente. Na área de gestão administrativa da loja, o caminho é: Sistema>Configuração>Catálogo: Google Sitemap>Configuração de Gerações. Isto permitirá que o desenvolvedor configure a frequência com que um mapa do seu e-commerce Magento seja criado.

Após isso, uma User Interface (UI) surgirá, para informar à Magento que deve ser criado um sitemap para atender ao Google. Basta clicar no botão “Adicionar Mapa do Site”, e, então, inserir o nome do arquivo, o caminho para ele e a visão de loja. A Magento permite que seja configurado um sitemap individualmente para cada loja em seu sistema.

A Magento constrói um sitemap com regras que favorecem os motores de busca e com a ótica de orientação a objetos, que é a metodologia de programação utilizada para construir a plataforma e que está presente no Mage_Core_Model_Sitemap.

Com isso, o desenvolvedor não precisa entender todos os detalhes das regras do sitemap do Google: basta conhecer os métodos que devem ser chamados para a tarefa.

Para o desenvolvedor obter um conjunto de objetos do sitemap, basta usar este código:

$collection = Mage::getModel(‘sitemap/sitemap’)->getCollection();

E, posteriormente, iterar sobre ele, invocando o método generateXml.

foreach ($collection as $sitemap) { try { $sitemap->generateXml(); } catch (Exception $e) { $errors[] = $e->getMessage(); } }

É importante que seu servidor esteja com o Cron habilitado corretamente para que essa funcionalidade possa ser executada da maneira que se espera.

Após criar o sitemap

Após a criação do sitemap, o desenvolvedor precisa acessar a página do serviço do Google (Google Webmaster Tools), escolher a conta do seu site e procurar a opção Sitemap. Após isso, clicar em “Adicionar Sitemap” e informar a URL do sitemap completo.

O formato comum de um sitemap está documentado no www.sitemaps.org e permite esclarecer eventuais dúvidas sobre o protocolo utilizado e a formatação correta, isto é, a sintaxe XMl a ser utilizada. Os sitemaps da Magento contêm as URLs das páginas da categoria, produto e CMS.

Após este procedimento, o Google passará a visitar a loja com frequência, realizando a indexação das páginas e integrando-as em seu mecanismo de busca, para auxiliar os potenciais consumidores a encontrar sua loja e seus produtos.

Vale ressaltar que o sitemap não é o único fator responsável pelo aumento do tráfego orgânico na sua loja virtual. Um conjunto de ações presentes no trabalho de SEO, combinados para facilitar o trabalho dos motores de busca – não apenas o do Google, mas também em outros buscadores como Bing, Yahoo! – tornam-se indispensáveis quando bem implementados em seu negócio eletrônico.

Envie um Comentário

YOUR CAPTCHA HERE