Perspectivas para o E-commerce 2014

Perspectivas para o E-commerce 2014

Foi divulgado recentemente o 29º relatório Webshoppers, uma iniciativa do E-bit.

Este relatório semestral tem o intuito de analisar a evolução a fim de prever tendências e novidades para o setor do e-commerce 2014.

Focarei em dois pontos relevantes do relatório: O crescimento dos pedidos online e As categorias mais vendidas.

O ano de 2013 foi muito bom para o e-commerce. Houve crescimento de 28% em relação ao ano anterior, superando a expectativa de 25% de incremento. Além da popularização das compras online, uma importante ação de marketing ajudou muito o crescimento: A Black Friday. Sozinha, esta ação foi responsável por um faturamento de R$770 milhões em um único dia! Quebrando todos os recordes anteriores. Outro ponto importante a ser considerado para o crescimento dos pedidos online é a popularização da banda larga móvel no país. As classes C e D foram inseridas ao mercado online pelos modelos mais simples de smartphones que estão disponíveis no mercado, sem falar dos planos ofertados pelas operadoras e a crescente proposta de bares, cafés e até lojas de departamento liberarem o acesso a internet através de wifi. Por todos esses motivos, o número de pedidos online no mercado nacional foi de 88,3 milhões em 2013, número 32% maior que o ano anterior indicio de que este mercado ainda tem muito folego para crescer em 2014.

Neste crescente de pedidos e faturamento, as 10 categorias mais vendidas no e-commerce foram:

  • Moda e Acessórios: participação de 19% no volume total de pedidos;
  • Cosméticos e Perfumaria / Cuidados Pessoais / Saúde: 18% do volume de pedidos;
  • Eletrodomésticos: 10% do volume de pedidos;
  • Livros / Assinaturas e Revistas: 9% do volume de pedidos;
  • Informática: 7% do volume de pedidos;
  • Telefonia / Celulares: 6% do volume de pedidos;
  • Casa e Decoração: 6% do volume de pedidos;
  • Eletrônicos: 5% do volume de pedidos;
  • Esporte e Lazer: 5% do volume de pedidos;
  • Brinquedos e Games: 3% do volume de pedidos.

Os números mostram uma concentração de quase 40% em moda e estética. E este é um mercado que tende a crescer ainda mais em 2014, com o anúncio de grandes redes, como a C&A, informando a volta ao e-commerce para este ano e a recém chegada da gigante norte americana Forever 21.

O mercado está em pleno aquecimento e 2014 promete ser o ano do e-commerce no Brasil, com muitas novidades e tecnologia de ponta aplicada a melhoria continua da experiência de compra dos consumidores.

Aproveite o momento para desenvolver seu e-commerce e caso já possua um aproveite para revisar os processos, layouts e novidades para deixar sua loja cada vez mais funcional.

Um grande abraço e até o próximo!

Um Comentário

  • portao automatico

    muito legal, bem criativo…

Envie um Comentário

YOUR CAPTCHA HERE