Site responsivo: a importância de um e-commerce com boa navegabilidade via dispositivos móveis

Site responsivo: a importância de um e-commerce com boa navegabilidade via dispositivos móveis

O crescimento do uso de smartphones para acessar à internet evidencia a necessidade de lojas virtuais terem layout adaptado aos variados tamanhos de tela. Um site responsivo tem design ajustável à área de visualização do usuário, e isso evita que ele tenha que se esforçar para ler um conteúdo ou visualizar melhor um produto.

Além disso, um dos critérios que o Google utiliza para avaliar a relevância de uma página é se ela é responsiva, e isso interfere no seu posicionamento nos resultados de busca realizada via mobile.

Maioria dos brasileiros navega pelo celular

Este parâmetro do Google reflete a atual tendência de a navegação principal dos usuários ser feita via dispositivos móveis, não mais pelo computador, em muitos países.

No Brasil, há dois anos, o acesso à internet já era feito prioritariamente via celular em mais de 80% dos domicílios, e em 16,5% deles havia tablet, o que equivale a 11,1 milhões de lares com o aparelho. Estes dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada em 2016 pelo Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE), com dados de 2014.

Estar preparado para atender esse público e garantir boa navegabilidade e facilidade para efetuar compras aos visitantes que acessam um e-commerce via smartphone aumentam as chances de o usuário retornar ao site futuramente.

Como saber se um site é responsivo?

É possível analisar páginas de um site para saber se ele é responsivo. O próprio Google possui uma ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis. Basta inserir o URL a ser testado e, em alguns instantes, os possíveis problemas de navegabilidade detectados são listados.

Independente do segmento ou intuito do site, ter um site responsivo é importante para os negócios, e essa tendência não deverá passar. Vale a pena investir.

Envie um Comentário